Exú Mor
 


No Quimbanda (magia negra) o diabo é representado por três entidades se desdobrando em três grandes imagens, Lúcifer, Belzebu e Aschtaroth formando assim a trindade do oposto.

Exúmor (Belzebu) conhecido também como Anjo Belo é uma das três entidades mais poderosas que existem na Hierarquia Demoníaca.

Diferente de outras entidades, exu mor incorpora apenas em um corpo.

De acordo com a invocação ou evocação que a ele é feita, distribui os trabalhos a ele dirigidos a mais dois exus não menos poderosos. Esses exus por sua vez comandam mais outros vários exus e assim por diante...

Como pode ver irmão de fé, dentro da ordem hierárquica é formado um verdadeiro exército, comandado por Exú Mor. Este Exú, como os outros existentes, serve diretamente a todos os Orixás do Umbanda, procurando atender as ordens que lhe são dadas.

Cada um deles atende a um ou mais orixá, pois o exú, de uma forma geral, nada mais é do que o lado oposto do Orixá. Melhor dizendo, o lado negativo do Orixá.

Está é uma das grandes dúvidas que ainda existem na Umbanda/Quimbanda, por falta de esclarecimentos mais objetivos a respeito deste assunto. Na verdade o diabo não existe como se afirma em diversas religiões, e sim o negativo de cada Orixá.

Deus é absoluto, o criador de tudo que vemos, tocamos etc., portanto Deus foi quem criou tudo e deixou toda a sua criação ao alcance do homem para que ele pudesse usa-lá da melhor maneira que ele achasse que deveria usar, portanto, foi ele “Deus” quem criou também o Diabo, fazendo que cada um de nós o usasse e respondesse pelo uso que fizesse.